RSS

Prá que lado eu vou? Hã?!

sexta-feira, 9 de outubro de 2009


Profissão, tá aí algo que corrói o cérebro de muitos jovens ultimamente. Passar anos estudando, só esperando a hora de sair da escola e ir em busca da sua carreira profissional. Sim, essa é a realidade de milhões de jovens no Brasil e no mundo. A variedade de profissões e até mesmo a pressão excercida sobre nós acaba por muitas vezes, tornar esta decisão uma das mais importantes na vida.
Assim, nesse momento a melhor maneira de organizar as ideias e esclarescer dúvidas, é procurar em amigos, familiares, conhecidos e profissionais formados, um ponto de referência. Nós aqui no papel de "amigos"ou até mesmo "conhecidos desconhecidos", procuramos dar dicas, e somente dicas, porque afinal, estamos no mesmo barco "brother".
  • Primeiramente: Não se estresse. Sim,  curto e grosso. A famosa frase "arrancar os cabelos não resolve nada" se encaixa bem nesse caso. A pressão é forte, e nos deixa nervosos, ansiosos e com medo. Acalme-se, leia bons livros, se quiser se preparar para concursos ou vestibulares, esteja a vontade, mas não saia por aí achando que o mundo vai acabar se vc continuar por um tempo na casa dos seus pais, se ainda mora com eles.
  • Segundo: Seus pais e/ou familiares não são você, e mesmo que eles queiram o seu sucesso, eles ainda não podem decidir isso por você. Ouça o que eles tem a dizer, analise as possibilidades e as dificuldades das suas escolhas sim, mas siga com os seus sonhos o quanto puder.
  • Terceiro e ainda não é o último: Informe-se. Leia, esteja atento. Não adianta vir com esse papo de que "eu faço qualquer coisa, o que der lucro", que isso não leva a nada. Pesquise no mercado de trabalho profissões em alta, acessíveis, e que tenham alguma relação com vc. Se for possível, procure bons profissionais nas áreas que te interessam, e tire quantas dúvidas for possível, com certeza poderá ajudar muito.
  • Quarto e chegando lá: Testes vocacionais. Quando vc não faz nem ideia do que combina com vc (o que é bem difícil), apele para testes de vocação. Deixamos dois que já foram testados pela equipe e trouxeram bons resultados. O primeiro é do consultor Carlos Martins, simples e objetivo, e o outro é do O Portal dos Estudantes. Entretanto, estes testes são objetivos e simples, um ser humano é muito mais complexo, portanto não leve como verdades absolutas os resultados, ok?
  • Quinto e graças a Deus: Se nada der certo, não fique com raiva, nem entre em depressão. Voltando ao primeiro item, acalme-se. E talvez não ajude muito, mas como dizem muitas mães, o melhor nessas horas de indecisão é "confiar tudo a Deus". Para quem não concorda : o melhor é deixar que tudo tome o seu rumo, confiar em si mesmo, com a certeza da melhora, é a única alternativa. Se quiser, dê um tempo e prove novas experiências, para descobrir que rumo tomar.
Enfim, se  a profissão é escolhida,  o negócio é seguir em frente, seja em uma universidade, seja em um curso técnico. Empenho e organização são essenciais nesse momento, pois muitas coisas mudam, e deixar tudo para a última hora não é muito viável.


Aí chegamos a uma questão muito importante: e se  fracassar na minha escolha, e isso não for bem o que eu desejo? A resposta é simples de dizer e difícil de seguir. Não desanime. Siga aquele trecho de uma música, "tente outra vez", nem sempre se acerta de primeira. Nesse caso é melhor partir pra outra do que seguir algo que não te faz realizado, não é mesmo?

5 comentários:

tcfs disse...

ótimo \o/

Joao disse...

Primeiramente desejo parabenizar os blogeros que idealizaram esse blog.
Com certeza são ótimos escritores... mas eu sei q tem gente q vai fazer letras ai no meio então...
hueheuh
Mas enfim... O assunto abordado é de estrema importância, e vocês conseguiram expressa-lo de maneira limpa, humorada e esclarecedora. Eu mesmo sou exemplo vivo que essas dicas são de extrema utilidade, pois recentemente acabei o ensino médio e veio aquela duvida... e agora meu deus...o que será de mim...çç...Realmente a gente fica mais perdido que sego em tiroteio. São tantas opções, tantas possibilidades e a cada dia sai mais e mais profissões do forno. Mas o negocio é isso mesmo que o pessoal falou. Não adianta se estressar. Eu pra evitar ser chutado de casa entrei num curso profissionalizante de mecânica (eu queria fazer computação na facul) tudo a ver. Mas como as duvidas reinavam sob minha cabeça... não iria gastar rios de dinheiro na facul pra nada. Pois bem entrei no curso... E ele acabou esclarecendo muito as coisas pra mim... por isso digo que é melhor esperar mais um ou ate dois anos apos se formar no ensino médio e utiliza-los num curso técnico, profissionalizante, enfim...acreditem...a sua mente vai ficar muito mais aberta sem falar que em um ano você amadurece muito e vai ajudar muito a escolher a carreira a seguir. Eu por exemplo que iria gastar 70 mil numa facul de engenharia da computação, depois desse "time" vou fazer tecnólogo em automação e gastar nem a metade disso... e fazer algo que eu realmente vou gostar. Mas deixando minha vida pessoal de lado...: P
O negocio e não se apressar... vá com calma e analise todas as possibilidades...não adianta se atirar de cabeça no poço sem água...
No mais um abração pro pessoal do blog... esta ótimo...vcs escrevem muito bem estão de parabéns...e continuem assim. Com certeza estarei aqui para ler os outros posts.
Abração pessoal!

Evandro Brizola disse...

Gostei muito.
O tema abordado é bem interessante.
O blog tá muito bom.

Gabriela disse...

O tema abordado é muito interessante, e com certeza gera muita confusão na cabeça da maioria dos pré-vestibulandos, ou até de quem já frequenta a faculdade.
Como dito no texto, temos que tentar, e buscar o que nos interessa.

Gostei muito!
Abração para vocês!

andres.gustavo57 disse...

Excelente blog,gostei muito mesmo!
Parabéns e um abraço a todos.